Você sabia que 85% das maiores marcas mundiais já utilizaram crowdsourcing?

Esse e outros achados podem ser encontrados no relatório de tendências em crowdsourcing – 2015, lançado no dia 08/04 pelo pesquisador Yannig Roth e a plataforma eYeka.

Foram coletados dados das 100 maiores marcas mundiais, além de dados das 10 maiores empresas de FMCG (Fast moving consumer goods ou produtos de giro rápido). Entre as empresas que mais investiram em iniciativas do gênero, destacam-se Coca-Cola, Pepsi, Danone, Samsung e GE.

Continuar lendo

Anúncios

Com crowdsourcing, novo site agencia ideias e projetos

São Paulo – Você está na mesa do bar e tem uma ideia divertida de comercial ou slogan, mas não é publicitário nem trabalha em uma agência. Ou você tem uma inspiração para um novo aplicativo, mas também não entende de programação e modelos de negócio. O que fazer?

São respostas para essas dúvidas que uma nova plataforma de crowdsourcing pretende trazer aos criativos de plantão.

O site Kaxola foi lançado em fevereiro de 2014 pelos sócios Marauê Carneiro e Márcio Renê Júnior com a ideia de conectar pessoas e empresas, fazendo com que boas ideias possam sair do papel.

Continuar lendo

Apresentando: Crowdtask – O site de crowdsourcing que te paga pela realização de pequenas tarefas

Primeiramente peço desculpas aos leitores pelo longo período sem novidades! E para recompensar estou lançando uma sessão nova hoje na qual toda semana tentarei trazer para vocês os sites brasileiros que funcionam com base em crowdsourcing, crowdfunding ou economia colaborativa.

Começando hoje com o Crowdtask.me. O crowdtask é um site que se encaixa na categoria de micro-tasks ou, no bom português, pequenas tarefas. Seu modelo funciona da seguinte forma: empresas com alta demanda de serviços contratam a plataforma para que essas pequenas tarefas possam ser realizadas por uma multidão de pessoas. Em contrapartida, os usuários recebem por cada contribuição enviada e aprovada.

Continuar lendo

Barnraiser: conheça o site de crowdfunding para comidas

A fundadora da Barnraiser, Eileen Gordon Chiarello, está explorando um mercado de gourmets americanos focados em saúde e sustentabilidade.

A vida de Eileen Gordon Chiarello seria completamente mais fácil se a Barnraiser, a startup que ela lançou no último ano, existisse quando ela e seu esposo começaram a montar negócios juntos.

Empresários no ramo de alimentos, Chiarello e seu marido, o premiado chef Michael Chiarello, tem um vinhedo em Napa, uma empresa varejista de alimentos artesanais e utensílios de cozinha chamado NapaStyle e a Dirt to Dine Adventures, um acampamento para crianças, só para citar algumas das suas colaborações.

Continuar lendo

Uma rede social de troca de favores? Sim, já existe!

Você acredita que as pessoas estariam dispostas a fazer favores para desconhecidos pela internet? A idealizadora do site Impossible, a modelo e atriz britânica Lily Cole, acredita. E acredita tanto que criou uma rede social de alcance mundial que tem justamente esse objetivo: unir pessoas que tenham algo para oferecer com outras que desejam ter alguma vontade ou necessidade atendida.

Funcionando como uma espécie de mural repleto de post-its, os usuários cadastrados podem literalmente deixar o seu recado para o mundo. Precisa de alguém para revisar seu trabalho final de curso? Pode ajudar pessoas a tocar violão? Simples: crie seu post, escolha se deseja divulgá-lo localmente o globalmente e aguarde as respostas.

Continuar lendo

Equity Crowdfunding – Vire sócio de uma startup com 1000 reais

No segundo semestre de 2014, entraram no ar no país três plataformas de equity crowdfunding — ferramentas online de financiamento coletivo em que os investidores compram pequenas participações societárias em startups.

Com 1 000 reais já é possível comprar participação em alguma empresa. “Queremos aproximar os empreendedores que precisam de investimentos de gente que tem dinheiro, disposição e conhece os riscos, mas não quer estar envolvida juridicamente com um negócio iniciante”, diz Frederico ­Rizzo, fundador do Broota, de São Paulo, uma dessas plataformas.

Continuar lendo

LEGO Ideas: Conheça a fábrica de colaboração criativa da LEGO

Desde quando decidi o tema do meu TCC, em outubro de 2013, até a apresentação do trabalho no final do ano passado, a pergunta que mais ouvi foi sem dúvida: “Mas afinal, o que é crowdsourcing?”. Ficava impressionado que mesmo explicando a definição, as dúvidas geralmente continuavam. Isso acontece porque todo esse conceito de contar com a colaboração da multidão é mesmo um pouco abstrato. Nesse sentido, apresentar casos de sucesso da aplicação em empresas, como farei em seguida, pode ser bem interessante.

Não é de hoje que a LEGO procura se reinventar para superar os desafios impostos pela crise a partir dos anos 2000, sobretudo por causa da ascensão da internet. Da metade dos anos 2000 até hoje, foram lançadas várias iniciativas de inovação aberta e co-criação com os clientes. O destaque fica por conta da plataforma LEGO Ideas, cujo lançamento ocorreu em 2008 ainda com o nome de LEGO Cuusoo.

Continuar lendo